CONHEÇA A SOCIOLOGIA FISCAL
 

Francisco Mata Machado Tavares

Francisco Mata Machado Tavares (Franck) é o coordenador do GESF. Ao cursar a graduação em Direito, no início dos anos 2000, interessou-se por assuntos tributários e orçamentários. Nunca aceitou, porém, a abordagem positivista e conservadora que o campo jurídico confere, em geral, às finanças públicas. Ao contrário, interessou-se, desde o seu TCC, pela relação entre os tributos e as lutas globais por justiça social. Reuniu experiência como advogado tributarista em um grande escritório, foi professor de Direito Tributário em instituições como a Universidade Federal de Ouro Preto e venceu o prêmio conferido à melhor tese apresentada no IX Congresso da Associação Brasileira de Direito Tributário. Com esse background, buscou uma formação teórica e metodológica complementar no campo da Ciência Política, área em que obteve os títulos de mestre e doutor pela UFMG, além de frequentar cursos em temas tão diversos como matemática aplicada, metodologia de survey, análise de big data e teoria crítica, este último na Universidade de Londres, onde teve aulas com pesquisadores como Wendy Brown, Etienne Balibar, Costas Douzinas e Slavok Zizek. Esta trajetória o impulsionou a criar o primeiro grupo acadêmico dedicado à Sociologia Fiscal no Brasil, em 2016. Desde então, dedica-se às atividades de extensão, clínica jurídica, teorização e pesquisa empírica em temas como racismo e tributação, gênero e tributação, regime fiscal e democracia, tax morale, federalismo fiscal, tributação global e custeio dos direitos fundamentais. Atualmente, está lotado, em regime de dedicação exclusiva, na Faculdade de Direito da UFG. É docente permanente do curso de mestrado em Direito e Políticas Públicas e do curso de mestrado e doutorado em Direitos Humanos, ambos na UFG.

Tecnologia do Google TradutorTradutor